7 coisas que os grandes não fazem

ALDO DELLA ROSA PALESTRANTE INOVAÇÃO INNOVATION CANOAS PORTO ALEGRE SÃO PAULO BRAVENCE FIERGS FIESP FIRJAN CNI 9

7 coisas que os grandes empreendedores não fazem. Vemos milhares de mandamentos diariamente ensinando sobre o que os empreendedores fazem. Aqui está o que eles não fazem. Nos dias de hoje, qualquer pessoa com um computador e um blog se acha empreendedor. Aqui está uma dura verdade sobre isso: chamar a si mesmo de CEO não torna você um CEO. E ter um pequeno exército de seguidores no Twitter não faz de você um líder.

Não queremos dilacerar suas esperanças e sonhos, mas a verdade é que grande parte das coisas que você está fazendo não vai leva-lo a ser um grande líder ou empreendedor. Ninguém quer ouvir isso, mas é verdade. E quanto mais cedo você percebe que não será o novo Mark Zuckerberg, melhor. Assim, enquanto não há uma forma, regra, ou receita para se transformar em um verdadeiro empreendedor, existem algumas coisas que você pode aprender que os empreendedores têm em comum. Isso pode surpreender você, mas o que os diferencia não é um rol de atributos. São suas ações. O que os tornam únicos é o que eles fazem e, principalmente o que eles não fazem. Aqui está o que eles não fazem.

#1. Eles NÃO pensam no equilíbrio entre trabalho e vida.
Os grandes empreendedores são workaholics. Isso significa que seu trabalho vem em primeiro lugar. E é assim que eles vivem. Eles não são libertários, amantes da diversão que vivem para a chegada do final de semana. Eles vivem para fazerem o que amam. E isso é o trabalho. Empreendedores não estão preocupados com o equilíbrio entre vida e trabalho.

#2. Eles NÃO tentar ser o que não são.
Provavelmente o mito de negócios mais prejudicial que pode existir é a marca pessoal. Você não é um produto, e você não pode mudar quem você é. Além disso, os empreendedores reais não pensam sobre si mesmos. Eles pensam sobre suas ideias e como transformá-las em produtos e serviços. E entregar esses produtos e serviços.

#3. Eles NÃO fazem isso por dinheiro.
Eles não lamentam o quão duro estão trabalhando para nada. Eles apenas trabalham. E por serem apaixonados pelo que fazem e focados como um raio laser, o dinheiro acaba chegando eventualmente, no longo prazo.

#4. Eles NÃO têm tarefas diárias. 
Grandes empreendedores não molham os pés na água. Eles pulam de cabeça, sem pensar no risco das pedras que estão sob as águas. Eles não fazem um pouco disso e um pouco daquilo. Quando eles batem em alguma coisa que acham ser legal e emocionante, eles vão com tudo.

#5. Eles NÃO cedem ao medo.
Eles não prestam atenção a essas vozes em suas cabeças, que vivem lembrando tudo que pode dar errado. Eles não são destemidos. Ninguém é. Eles apenas não deixam que os medos os impeçam de correr riscos. Eles escutam algumas vozes, no entanto: a voz da razão e seus instintos.

#6. Eles NÃO têm grandes visões.
Enquanto alguns têm grandes ilusões de que estão destinados à grandeza – uma profecia que muitas vezes não é auto-realizável, curiosamente – em sua maior parte, eles geralmente não têm grandes visões para suas empresas. Mark Zuckerberg, por exemplo, não estava tentando criar uma empresa. Ele só queria catalogar seus colegas de classe e faculdade. Mark Zuckerberg não queria criar um negócio gigante. Ele só queria se divertir.

#7. Eles NÃO tem mentores virtuais. 
A maioria das pessoas seguem todos os tipos de escritores e blogueiros diariamente. Isso é bom, mas para chegar a algum lugar na vida, para fazer grandes coisas, você tem que ter mentores do mundo real. O ex-presidente da Intel, Andy Groove foi mentor de Steve Jobs. Jobs, por sua vez aconselhou os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin. Por trás de todo grande empreendedor, há pelo menos 1 grande mentor real.

Eles não se denominam empresários. Os empreendedores de sucesso não se denominam empreendedores. Eles não fazem o que todo mundo está fazendo. Eles não seguem o status quo, a sabedoria convencional ou modismos populares. Eles trilham seu próprio caminho. Eles são líderes de seus próprios destinos. Isso é o que os impulsiona. E é por isso que eles conseguem.

<>

7 things that do not make great entrepreneurs . We see thousands of daily teaching commandments about what entrepreneurs do . Here’s what they do . Nowadays , anyone with a computer and a blog entrepreneur thinks . Here is a hard truth about it : call yourself a CEO does not make you a CEO . And having a small army of followers on Twitter does not make you a leader .

Do not want to tear your hopes and dreams , but the truth is that most of the things you are doing will not take it to be a great leader or entrepreneur . Nobody wants to hear this, but it’s true . And the sooner you realize it will not be the new Mark Zuckerberg , the better. So while there is not a way , rule or recipe to become a true entrepreneur , there are some things you can learn that entrepreneurs have in common . This may surprise you, but what differentiates them is not a list of attributes . Are your actions . What makes them unique is what they do and especially what they do not. Here’s what they do .

# 1. They DO NOT think the balance between work and life.
The great entrepreneurs are workaholics . This means that your work comes first . And that’s how they live . They are not libertarians , fun lovers who live for the arrival of the weekend . They live to do what they love. And it is work. Entrepreneurs are not concerned with the balance between life and work.

# 2 . They DO NOT try to be what they are not.
Probably the most damaging myth that business can exist is personal branding . You are not a product, and you can not change who you are . Moreover , the real entrepreneurs do not think about themselves . They think about their ideas and how to turn them into products and services . And deliver these products and services .

# 3 . They DO NOT do it for money.
They do not lament how hard they are working for nothing . They just work . And because they are passionate about what they do and focused like a laser beam , the money ends up coming eventually , in the long run .

# 4. They DO NOT have daily tasks.
High achievers do not wet their feet in the water . They jump head , without thinking about the risk of stones that are under water. They do a little of this and a little of that . When they hit something they think is cool and exciting , they go with everything.

# 5 . They DO NOT give in to fear.
They do not pay attention to those voices in their heads , living remembering everything that can go wrong. They are not fearless . Nobody is . They just will not let their fears prevent them from taking risks . They hear some voices , however : the voice of reason and instinct.

# 6 . They DO NOT have big visions.
While some have grand illusions that are destined for greatness – a prophecy which is often not self -fulfilling , curiously – for the most part , they do not usually have big visions for their companies . Mark Zuckerberg , for example , was not trying to start a business . He just wanted to catalog your classmates and faculty . Mark Zuckerberg did not want to create a business giant . He just wanted to have fun .

# 7. They DO NOT have virtual mentors.
Most people follow all kinds of writers and bloggers daily. That’s good , but to get somewhere in life, to do great things , you have to have mentors in the real world . Former Intel Chairman Andy Groove was mentor to Steve Jobs. Jobs in turn advised the founders of Google , Larry Page and Sergey Brin . Behind every great entrepreneur , there is at least one real great mentor.

They do not call themselves entrepreneurs . Successful entrepreneurs do not call themselves entrepreneurs . They do not do what everyone else is doing . They do not follow the status quo , conventional wisdom or popular fads . They tread their own path . They are leaders of their own destinies . That’s what drives them. And that’s why they fail.

ALDO DELLA ROSA | inova@aldodellarosa.com | www.aldodellarosa.com

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.