Como se destacar em feiras internacionais de negócios

As feiras internacionais vão muito além de vender e comprar. É a oportunidade que o empreendedor tem de analisar a concorrência, formar parcerias, divulgar a marca, fazer network e conhecer o que há de mais novo no mercado. Sabendo disso, é preciso decidir entre participar de uma feira como expositor ou visitante. A Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), que sabe tudo sobre os dois lados da moeda, apresenta, na cartilha Feiras Internacionais, os principais pontos para você se destacar tanto como expositor como visitante. Confira:

Se você quer ir como visitante

Participar de evento como visitante é bom para conhecer tendências, analisar a competição e avaliar qual é o potencial do seu produto diante da concorrência internacional. Se esta é a sua intenção, veja aqui algumas dicas.

1. Para onde ir

Com tantas opções mundo afora, escolher as melhores para os seus interesses pode não ser tão simples. Suas chances de acertar são maiores se você conhecer um pouco mais sobre as feiras que anda sondando. Coisas como: a quantidade de visitantes, quais países participam, os setores presentes e o volume de negócios fechados nas edições anteriores são bons indicadores. Pela experiência da Rede CIN, feiras mais especializadas por setor são mais produtivas. Um bom exemplo é a Beauty Fair. Ela é uma das maiores feiras de beleza profissional das Américas! Atrai milhares de pessoas, entre blogueiras, modelos e jornalistas para conferir os lançamentos e tendências de beleza do ano. Olha como foi no ano passado:

2. Rumo ao alvo 

Depois de escolher o destino, é bom delimitar objetivos. Aproveite a visita ao evento para analisar o mercado em potencial, trazer elementos novos para avaliar a sua estratégia de internacionalização e identificar a forma mais adequada para entrar no mercado.

3. Promova-se

Mesmo que você vá como visitante, feiras são grandes salões de networking. O cartão de visitas é um documento de identidade no mundo dos negócios e em viagens internacionais é preciso ter a apresentação em português e em inglês. Ter um catálogo de produtos ou uma apresentação digital em inglês também sempre são bem recebidos.

4. Marque reuniões antes da feira 

Você terá acesso aos contatos dos expositores da feira e isso é um baita adianto para selecionar os mais interessantes para o seu negócio. Pesquise e faça contato antecipadamente para agendar uma reunião. Organizar a agenda diária durante o evento é fundamental para otimizar o seu tempo. É importante estar atento aos horários de início e término, à programação da feira e seus eventos paralelos, para não perder nada!

Se você quer ir como expositor

Participar como expositor é uma aposta na conquista de clientes internacionais e na competitividade do seu produto. O momento é de disputa direta. Eis o que você precisa saber para chegar a esse momento:

1.Escolher é preciso

O mais recomendado é expor em uma feira que você já conhece e que oferece boas oportunidades para o seu negócio. Alguns detalhes são importantes, como o pavilhão e a posição do seu estande, pois isso tem impacto na visibilidade. Seu setor é de alimentos? Imagine conseguir um espaço na SIAL Paris, a maior feira de alimentos do mundo e queridinha de blogueiros e apaixonados por comida desde 1964, na primeira edição. Confira como foi a última edição:

2.Capriche no estande 

Procure explorar os seus metros quadrados de maneira criativa. Será a porta de entrada para novos clientes e potenciais parceiros. Garanta o registro do seu estande no catálogo e invista em uma equipe de recepcionista, tradutor e um serviço de catering para receber bem os visitantes. Atrações paralelas ao seu estande também são importantes. Um exemplo de como os expositores podem inovam em suas apresentações são os desfiles, como acontece na ColombiaModa. Todos os anos, a cidade de Medellín se torna o centro das atenções de estilistas e marcas de moda da América Latina.

3. Não deixe de explorar a feira

Mesmo sendo um expositor, aproveite a chance para visitar o evento, dar uma olhada na concorrência e também conhecer outros expositores. Para isso, uma agenda organizada ajuda, e muito. Vale ressaltar que pontualidade, apresentação pessoal e material bilíngue demonstram organização e profissionalismo.

4. Experimente

Sim, o principal objetivo é fechar negócio, mas as feiras também podem ser excelentes ambientes de testes de novos produtos e designs de embalagens, por exemplo.

A inovação também é importante na hora de conquistar clientes, sobretudo na disputa internacional. Ela é justamente uma das maiores atrações da Hannover Messe, a maior feira industrial do mundo, de onde saem as maiores tendências em tecnologia industrial do planeta. Vale a pena ver como foi a edição passada:

5. Leis aqui, leis acolá

Burocracia não é fácil em lugar nenhum, mas é importante conhecer um pouco sobre as regras locais para evitar problemas. O Centro Internacional de Negócios do seu estado pode te ajudar de vários jeitos: apresentando particularidades de cada país e também emitindo o ATA Carnet. Esse documento funciona como passaporte de mercadorias que permite exportar e importar bens temporariamente livre de impostos e com muito menos burocracia. Uma verdadeira mão na roda para o expositor.

NUNCA É DEMAIS LEMBRAR: as exigências para entrar em cada país são diferentes. Busque informações sobre vistos e vacinas com bastante antecedência à viagem.

SAIBA MAIS – Faça o download da cartilha para ver outras dicas. Para saber todos os detalhes de como se destacar em uma feira internacional, procure o Centro Internacional de Negócios da Federação de Indústrias do seu estado.

 

Você pode gostar...