Empreendedorismo é tema de painel no Fórum da Liberdade

Para abrir o segundo dia, o Fórum da Liberdade colocou o empreendedorismo como protagonista em seu terceiro painel. Com o tema Empreender para Mudar, o evento convidou Bernardinho, ex-treinador da Seleção Brasileira de Vôlei e empresário, Neil Patel, especialista em Marketing Digital e autor do Best Seller do New York Time, e o escritor e Doutor em Ciência Política, Jorge Caldeira. A mediação ficou por conta de Pedro Maciel Echel, diretor de Comunicação do Instituto de Estudos Empresariais (IEE).

O escritor Jorge Caldeira traçou um panorama histórico para ressaltar a evolução do empreender. “Historiador é muito bom para falar do passado, mas nem um pouco didático para falar de mudança”, brincou. Utilizou a história do doutor Júlio César Ferreira de Mesquita, fundador do jornal A Província de São Paulo, hoje O Estado de São Paulo, para elucidar o empreendedorismo. “Ele entrou como empregado e morreu como dono, tendo obtido um crescimento acima de 100% em sua administração”, lembra. Segundo Caldeira, o país foca a narrativa em maus valores. “Focamos naqueles tuteladores, que são sempre os poucos, e deixamos os trabalhadores, que são muitos, de lado. Estamos acostumados em nos vermos como empreendedores tutelados, e isso que tem que mudar”, afirmou. Encerrou dizendo que o governo deveria ser visto de baixo para cima, e não começar pelo topo.

Bernardinho, ex-treinador da Seleção Brasileira de Vôlei e empresário, questionou sobre os valores e a importância da humildade de líderes. Ressaltou que, em outros países, quando se erra, é apenas um erro, mas aqui as pessoas são definidas como fracassadas. “Perder faz parte do processo. Mas, para isso, é preciso saber aprender. E para aprender, é preciso assumir responsabilidades. Os governos não têm responsabilidades”, afirmou. O palestrante fez um comparativo entre o empreender e o esporte, lembrando que o último ilustra situações do cotidiano. “Disciplina é desenvolver hábitos de excelência. Se você não consegue realizar simples hábitos, como realizará os grandes? Ninguém é tão grande e tão importante que não possa realizar hábitos que ele mesmo tenha criado”, disse. Afirmou que as negociações são importantes, desde que não transgrida os pilares que constituem o negócio. Enfatizou que líderes são guardiões de valores, sendo o Brasil um órfão de líderes. “O país valoriza as pessoas erradas. Deveríamos chamar professores de vossa excelência, e não aqueles que estão aí para nos servir.”

Neil Patel, considerado um dos maiores influenciadores da web e integrante dos 10 melhores profissionais do marketing no mundo, valorizou o Brasil e o definiu como sendo a verdadeira terra de oportunidade. “Aqui vocês discutem sobre as políticas. Os Estados Unidos nem deixa eu trazer o meu dinheiro”, lembrou. Enfatizou que empreender requer força de vontade e persistência, além de reforçar que terá muitos obstáculos que irá impedir alguém de virar um empreendedor. “Para todos aqueles que estão realmente dispostos a investir energia e dinheiro, não deixe que ninguém barre! Vá em frente!”, incentivou. Ressaltou que nada é fácil e que errar é necessário para o aprendizado. “Sabe o que foi fundamental? Cometi muitos erros e aprendi o que não fazer. Se aprender isso, tudo o que terá serão as boas lições, que levarão ao sucesso”, disse. O palestrante incentivou para o avanço da tecnologia e destacou que não gostaria de ver nenhum brasileiro dizer que deseja se mudar para os Estados Unidos atrás de oportunidades. “Se tornar rico não é a chave para se tornar um empreendedor. A chave está em encontrar soluções e ajudar as pessoas.”

O Fórum da Liberdade é um evento promovido pelo Instituto de Estudos Empresariais e reconhecido como o maior espaço de debate político, econômico e social da América Latina.

Lançamento da série Pensamentos Liberais

Após o painel, ocorreu o lançamento a 22ª edição da série Pensamento Liberais, lançada desde 1994. O projeto é composto por artigos de associados e articulistas. Com o tema A Voz da Mudança, o mesmo do Fórum da Liberdade, o livro contou com a participação de 9 associados, uma articulista – que venceu o concurso promovido pelo Instituto de Estudos Empresariais (IEE) – e 3 articulistas convidados.

Sobre o IEE

O Instituto de Estudos Empresariais foi fundado em Porto Alegre há mais de 30 anos por 20 integrantes. A entidade tem como intuito a formação de jovens lideranças empresariais que se comprometam com um modelo de organização social e política para o Brasil baseado no ideal democrático de liberdades individuais e orientado à defesa e manutenção dos valores da economia de mercado e da livre-iniciativa. Desde 1988 o IEE promove anualmente o Fórum da Liberdade – consagrado nacionalmente e considerado o maior evento liberal da América Latina.

Você pode gostar...