Empreendedorismo necessidade ou talento?

Num mundo onde a informação atinge uma velocidade tão poderosa que tem o poder de transformar tudo a sua volta e criar novos nichos de negócios de forma rápida e ao mesmo tempo fazê-los desaparecer ao ponto que outros ocupem o seu lugar. Já vimos de tudo Spinner, Pokémon Go, Snapchat dentre outros, são como ondas que vem e vão.

E por trás de cada nicho existe a figura do empreendedor, mas antes de tratarmos do empreendedorismo o que realmente significa empreender?
Conforme o dicionário é o ato de realizar ou pôr em execução.
Então empreender é por a mão na massa, como dizia os nossos avós.
Então está bem, numa visão mais simplista, podemos entender como empreendedor aquele que inicia algo novo, que vê o que ninguém vê, enfim, aquele que realiza antes, aquele que sai da área do sonho, do desejo, e parte para a ação.

Nos dias atuais existem um número maior de pessoas que se arriscam a empreender e o motivo é simples “necessidade” , vivemos uma crise moral e ética que infelizmente está longe de acabar e o que fazemos para não sucumbir a isto é empreender.
A luta de pessoas que não aceitam as condições que são impostas a elas e resistem através da busca incessante de garantir a sobrevivência financeira sabendo que o estado não pode mais ajudá-las.

Por decorrência disto cada vez mais presenciamos uma taxa de mortalidade alta de novas empresas que por falta de “instrutura” palavra criada neste texto que relata a ausência de instrução e estrutura prejudicando a longevidade destes pequenos negócios. A mudança dessa realidade não é simples não basta o governo, ou as empresas privadas é necessário também a adesão das pessoas.
Bom e outro lado dessa história empreendedores com talento? Onde estão e quem são? Esse é o lado triste porque são difíceis de se encontrar e estão em extinção, num mundo cada vez mais genérico.

Você também poderá gostar...