Fundador da OLX pede demissão, abandona apartamento de luxo e doa seus bens para caridade

Fabrice Grinda, fundador da OLX (Foto: Reprodução/Facebook)

Fabrice Grinda é um dos fundadores da OLX, um dos maiores sites de classificados gratuitos do mundo. Em 2010, o Naspers comprou o controle da empresa por dezenas de milhões de dólares. O roteiro do empreendedor de sucesso que enriquece com a internet já é batido. Mas o que Fabrice fez após deixar a OLX, em 2012, não tem nada de comum. Além de desistir do cargo de presidente na empresa, ele abandonou seu apartamento de luxo em Nova York e doou a maioria de seus bens. Tudo para encontrar a felicidade.

Em artigo publicado em seu site, ele conta como foi mudar radicalmente de vida. “Quando as pessoas vendem com sucesso suas empresas, elas normalmente compram coisas. Eu, ao contrário, deixei minha casa e meu carro para trás e dei para caridade a maioria dos meus bens (móveis, livros, roupas etc) em dezembro de 2012”, escreve Fabrice.

Quando decidiu deixar a OLX, o empreendedor conta que sentia que seus bens materiais o estavam afastando das relações realmente importantes de sua vida. “Estava gastando muito dinheiro para manter o meu apartamento. Nós devemos passar tempo em um lugar, porque queremos e para maximizar a nossa felicidade, não porque sentimos que temos que ficar ali para justificar o gasto que temos para mantê-lo”.

Depois de deixar a OLX, Fabrice decidiu aproveitar o tempo livre para se reconectar com amigos. Passou várias noites no sofá de velhos conhecidos. Concluiu que, com as visitas, a intimidade costumava voltar, mas também que Benjamin Franklin estava certo ao dizer “visitas, assim como peixe, começam a feder depois de três dias”. “Demorou pouco para eu perceber que estava ficando tempo demais na casa de meus amigos. Meus sonhos de fazer couch surfing por semanas ao redor do mundo foram destruídos “, afirma.

O próximo passo de Fabrice foi se envolver em atividades que lhe davam prazer. Ele voltou a esquiar, algo que amava e havia abandonado. Também se dedicou a tirar o atraso de filmes, videogames e livros que queria curtir. Para se reconectar com os amigos, sem ter que ficar em suas casas, o empreendedor planejou viagens com eles.

Durante essa fase, Fabrice descobriu a República Dominicana. Apaixonado por kiteboarding, decidiu passar boa parte de seu tempo por lá, onde os ventos sempre ajudam. “O meu custo de vida hoje na República Dominicana é menos que um décimo do que era em Nova York”.

 

Com a pFabrice Grinda relaxa na República Dominicana (Foto: Reprodução/Facebook)assagem do tempo, Fabrice encontrou um outro desafio para tocar nessa nova fase de sua vida. Decidiu se tornar um investidor-anjo, aquele que faz pequenos aportes em empresas ainda em estágio inicial. “Como gosto mais de ser um empreendedor do que um investidor, eu ajudo a escolher a estratégia, contratar o time, levantar dinheiro … Eu criei duas novas empresas em 2013 e outras duas em 2014. Com Jose, meu parceiro como investidor-anjo, vindo trabalhar comigo em tempo integral, devemos criar mais uma ou duas nos próximos anos”.

O resultado dá para imaginar. Fabrice passou a trabalhar até mais do que na OLX. “Depois de prometer a mim mesmo (e falhar) que iria reduzir o ritmo de viagens durante os anos da OLX, eu voltei a ficar em trânsito o tempo todo”. O empreendedor, no entanto, diz estar feliz com a nova vida . As “férias” chegaram ao fim.

Você também poderá gostar...