Presidente do COAF quer manter órgão no Ministério da Justiça


Presidente do COAF defendeu permanência do conselho na Justiça durante palestra em Curitiba.

O presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), Roberto Leonel, defendeu a permanência do órgão no Ministério  Justiça e Segurança Pública. Em um congresso sobre combate à corrupção, em Curitiba, nesta segunda-feira (13), Leonel afirmou:

“O mais importante é que o COAF tem uma maior proximidade, uma maior interação ou uma maior aderência aos órgãos do Ministério da Justiça. Praticamente 80% dos nossos relatórios de inteligência financeira são direcionados a órgãos de persecução penal, Ministério Público, Polícia Civil, Polícia Federal.”

Segundo o G1, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, também participou do evento. Eles comentaram a decisão da Comissão Mista do Congresso de transferir o COAF do Ministério da Justiça e Segurança Pública para o Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes.

Renova Mídia

Você pode gostar...