Um embalo aos parques tecnológicos

somos-inovadores-inovação-we-are-innovative-innovation-industria-cni-fiesp-firjan-fiergs-criatividade-brasil-brazil-sao-paulo-porto-alegre-bravence-aldo-della-rosa-134

O novo presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Informação da Assembleia Legislativa, Orlando Bolçone (PSB), diz que vai dar atenção especial aos projetos de implantação de Parques Tecnológicos e dos Centros de Inovação Tecnológica no Estado. Ele é o idealizador do Partec de São José do Rio Preto, como secretário municipal. Uma das prioridades será a integração desses nichos de inovação com as universidades paulistas, centros de estudos e Fatecs. “A inovação tecnológica traz grandes benefícios para os municípios, além de garantir a criação de milhares de empregos qualificados, principalmente para os jovens”, afirma Bolçone. Segundo ele, pelo menos 39 cidades do Interior nutrem interesse em desenvolver programas de ciência e tecnologia, mas têm pouco acesso e conhecimento sobre os programas de inovação. Esse será um dos desafios da comissão parlamentar – o de levar a estratégica política e de desenvolvimento econômico e social para as cidades que querem se inserir nos programas de inovação do governo.

Cidades do futuro
A Capital paulista vai sediar de 3 a 5 de agosto a primeira edição de um evento que reunirá governos, empresas e entidades com a proposta de mapear as necessidades dos municípios brasileiros e apresentar caminhos para o desenvolvimento inteligente por meio das novas tecnologias. Trata-se do Connected Smart Cities (Cidades Inteligentes Conectadas, em inglês). Serão apresentados e analisados projetos em estudo ou já implementados que são novidades em modelos de conectividade urbana.

100% digital
Um dos casos bem sucedidos a serem exibidos no encontro é o da estância de Águas de São Pedro, no Interior, considerada a primeira cidade 100% digital do País. Ali é possível encontrar vagas de estacionamento com o celular, marcar consultas médicas pela internet e usar a rede para conferir o desempenho das crianças na escola. As ruas são todas equipadas com sensores ópticos que indicam, por meio de aplicativos para celular ou tablet, onde há espaços vagos. Qualquer assinante de internet tem o mínimo de 25 MB de velocidade nas conexões feitas totalmente por fibra óptica. O fato de ser o menor município do Estado em território facilitou a implantação do projeto pela operadora Telefônica/Vivo. Mas o evento promete exibir experiências em cidades de muito maior complexidade como Florianópolis, Curitiba, Rio e Recife. Mobilidade urbana, soluções inteligentes para gestão hídrica e recursos tecnológicos estão entre os temas.

Inteligentes
Cidade inteligente (ou do futuro), no conceito de Paula Faria, diretora da agência idealizadora do evento, é aquela que cresce de forma planejada por meio de análises do desenvolvimento de indicadores básicos como economia, mobilidade, governo, meio ambiente, urbanismo e qualidade de vida. O objetivo do evento, segundo ela, é reunir especialistas, governo e o setor privado para propor soluções que minimizem os impactos dos problemas urbanos. Além do fórum de debates, haverá também uma área de exposição e rodadas de negócios para fomentar a troca de experiências e novas parcerias.

Apaes
Representantes de Associações de Paes e Amigos dos Excepcionais do Interior se reuniram quarta-feira com o secretário estadual de Educação, Herman Voorwald, em São Paulo. Foi solicitada alteração no convênio de repasse de recursos, assinado em fevereiro deste ano. A ideia é que seja dissolvida a primeira parcela, até então proibida de ser utilizada pelas entidades, nas onze previstas para 2015, com efeito retroativo. O objetivo é ajudar o fluxo de caixa para pagamento de despesas básicas como água, energia e telefone. O secretário prometeu estudar.

Na Assembleia
A Assembleia promoverá audiência pública na quarta-feira às 14h30, no auditório Paulo Kobayashi, para debater o diabetes tipo 1.
Lançada na Assembleia a Frente Parlamentar pela Habitação e Reforma Urbana, coordenada pela deputada Márcia Lia (PT).

Breves
4 A ausência dos celulares em sala de aula melhora o desempenho dos alunos em até 6%, segundo estudo internacional que verificou as notas antes e depois da proibição dos aparelhos em algumas escolas inglesas.
4 O Consórcio PCJ (órgão consultivo da bacia dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) promoverá três encontros sobre “eventos hidrológicos extremos”, a exemplo do promovido recentemente em Piracicaba.

Fonte: http://www.dgabc.com.br/Noticia/1351906/um-embalo-aos-parques-tecnologicos

Você pode gostar...