UPF Parque: Pensando o desenvolvimento e inovação

somos-inovadores-inovação-we-are-innovative-innovation-industria-cni-fiesp-firjan-fiergs-criatividade-brasil-brazil-sao-paulo-porto-alegre-bravence-aldo-della-rosa-84

Durante visita o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico conheceu a estrutura do UPF Parque, conheceu as vocações e as demandas da região.  

Diminuindo a distância entre a produção de conhecimento da Universidade e os governos, o secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, visitou o Parque Científico e Tecnológico da Universidade de Passo Fundo, nesta segunda-feira (11). Além do reitor da UPF, José Carlos Carles de Souza, a visita foi acompanhada por outras lideranças da região.
“Viemos conhecer as instalações, construir parcerias e nos colocar a disposição para que a gente possa construir uma bela parceria naquilo que para mim é mais importante hoje, a construção de um novo processo de desenvolvimento sustentável para o Estado”, disse Branco.
O Reitor, ressaltou a capacidade de espaços como o Parque, de fomentar o conhecimento e o empreendedorismo de modificar o atual cenário econômico. “ É desses espaços que nós vamos conseguir mudar essa quadro ruim do Estado”.
O UPF Parque recebe uma procura constante de empresas com projetos em diversas áreas. A multiplicidade das propostas que o Parque pode acolher foi ressaltada pelo Reitor. “Nós já temos diversas empresas participando do projeto, dai a importância do governo, das instituições e das empresas em fomentar o desenvolvimento”, destacou. No momento em que a Universidade recorre a recursos públicos para viabilizar projetos de pesquisa, deve se comprometer, na maioria dos casos, em investir uma contrapartida financeira, o Reitor ressaltou que em um futuro próximo as contrapartidas financeiras vão ser difíceis para as instituições.

O secretário ressaltou que embora a situação financeira do Estado esteja delicada, a economia não pode servir de justificativa para deixar de investir. “Nos temos que saber que as crises geram oportunidades, e o que nós queremos é ser parceiros das universidades, da indústria, do setor privado. Hoje nós precisamos de resultados mais rápidos possíveis, e só vamos conseguir isso através de parcerias”.

Além do UPF Parque o secretário também conheceu o Laboratório de Biotecnologia Vegetal,que conta com o setor de cultura de tecidos e biologia molecular, e o Laboratório de Imunologia e Microbiologia Avançada, que segue duas linhas de pesquisa principais, uma se dedica a imunologia de suínos e a segunda a imunologia de peixes. Os dois laboratórios são ligados ligados à Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária.

Fonte: http://www.diariodamanha.com/noticias/ver/8941/UPF+Parque%3A+Pensando+o+desenvolvimento+e+inova%C3%A7%C3%A3o

Você também poderá gostar...